PLANTA HUMANIZADA

September 22, 2021

Uma planta humanizada é a melhor forma de representar o “uso humano” do espaço que foi proposto no projeto, apresentando os detalhes que foram pensados para cada um dos ambientes.

Com um visual simples e agradável, a planta humanizada não exige nenhum conhecimento técnico para o seu entendimento, o que é muito importante para que o cliente se imagine ali dentro, fazendo uso deste espaço.

Para ajudar você a desenvolver plantas humanizadas de qualidade, vou apresentar quais as principais diferenças, técnicas de desenvolvimento, informações e a qualidade dos blocos a serem utilizados no seu projeto.

Continue a leitura para entender as principais diferenças, técnicas de desenvolvimento e demais informações a serem consideradas no seu próximo projeto com plantas humanizadas.

O QUE É UMA PLANTA HUMANIZADA?

Planta humanizada

Basicamente, uma planta humanizada é uma representação gráfica direcionada ao público sem tanto conhecimento técnico, por exemplo, o seu cliente.

Para isso, as informações muito técnicas são removidas, dando espaço a texturas, cores, sombras, efeitos de iluminação, mobiliário e demais equipamentos que façam parte daquele espaço.

Uma planta humanizada deve enriquecer o projeto, adotando uma representação o mais amigável possível, apresentando como será o uso humano daquele espaço, ou seja, dando vida a sua proposta.

O objetivo é que o cliente se sinta confortável não só com o espaço, mas também para dar sua opinião sobre o projeto.

PLANTA BAIXA x HUMANIZADA

planta baixa x planta humanizada

Uma planta baixa não é a mesma coisa que uma planta humanizada, as informações apresentadas em cada uma delas são direcionadas a pessoas distintas.

Sendo assim, o objetivo de um projeto é transmitir as informações necessárias para a sua execução, que em geral envolve uma série de profissionais, onde cada um deles necessita de um tipo de informação técnica específica.

Dessa forma, como saber a diferença entre uma planta baixa e uma planta humanizada?

Uma planta baixa nada mais é do que uma representação gráfica da edificação vista de cima para baixo, com um corte perpendicular a uma altura de 1,50m. 

Essa altura é necessária para que seja possível visualizar todas as aberturas, no caso, portas e janelas.

planta baixa

Uma planta baixa representa um determinado nível da obra, contendo uma série de informações técnicas que são entendidas de forma muito tranquila por profissionais da área, porém podem confundir uma pessoa sem conhecimentos técnicos.

Nenhuma obra é igual a outra, mas podemos listar algumas das informações mais comuns encontradas em uma planta baixa:

  • A representação é ortogonal (2D) sem perspectiva;
  • A escala técnica (tamanho do desenho) varia em função do porte da obra, costuma ser entre 1:50 e 1:125;
  • Deve ser preto e branco, mas caso seja colorida, precisa ser desenvolvida de forma que seja possível sua impressão em preto e branco;
  • Os elementos construtivos são representados com diferentes espessuras de linha (peso gráfico);
  • Tem uma série de anotações técnicas (dimensões, chamadas de texto, legendas etc.);
  • Contém uma série de símbolos gráficos (eixos, linhas de corte, cotas de nível, etc.).

Percebemos então que uma planta baixa não é direcionada para qualquer pessoa, sendo necessário um mínimo de conhecimento técnico para compreender o conteúdo que ali foi representado.

Uma planta humanizada, por outro lado, abre mão da informação técnica mais pesada, sendo uma proposta muito mais artística do que técnica. 

Planta humanizada

Ainda assim, uma planta humanizada precisa passar uma série de informações, claro que de uma forma mais simplificada. As principais informações oferecidas por uma planta humanizada são:

  • A representação é ortogonal (2D) mas em alguns casos também é apresentada em 3D;
  • Não necessita de escala técnica, no máximo uma escala gráfica;
  • Representada em cores, podendo ser ilustrada ou renderizada de forma realista;
  • Apresenta todo o mobiliário e sua composição nos ambientes;
  • As dimensões são apresentadas de forma simplificada.

O manuseio de uma planta humanizada não exige conhecimento técnico, a sua interpretação é simples e de fácil entendimento, sendo direcionada a qualquer público.

PARA QUE SERVE UMA PLANTA HUMANIZADA?

Planta humanizada

Uma planta humanizada permite apresentar uma série de informações técnicas de forma muito simples e didática para o cliente, sendo que os principais pontos são:

  • Dimensões - em geral, o cliente não faz ideia das dimensões de mobiliário, mas ele compreende a dinâmica dos ambientes. Um espaço humanizado permite que  o cliente compreenda as medidas de forma muito mais assertiva;
  • Materiais e revestimentos - é possível apresentar uma boa parte dos materiais e revestimentos que serão utilizados no projeto, proporcionando um panorama geral de como será a proposta final;
  • Layout - a humanização do layout permite que o cliente compreenda como aquele espaço será utilizado e se irá atender suas necessidades;
  • Revisões - torna o processo de tomada de decisão do cliente mais claro e preciso, de modo que além de reduzir o número de revisões por parte do cliente, as alterações são muito mais objetivas.
  • Marketing - costuma ser o carro chefe para captação de clientes em lançamentos de empreendimentos imobiliários, sendo um dos primeiros itens solicitados pelo departamento de marketing.

Toda essa informação é apresentada com objetividade e clareza, sem abrir margem para dúvidas, o que deixa o cliente muito mais tranquilo com o projeto que será executado.

COMO FAZER UMA PLANTA HUMANIZADA?

Desenhando uma planta humanizada

A elaboração de uma planta humanizada acaba sendo uma proposta bem artística, pois o objetivo aqui é encantar o cliente.

Então, temos bastante liberdade para escolher o processo/técnica que oferecer o resultado mais interessante.

O processo de desenvolvimento da planta humanizada pode ser realizado a mão livre (o que exige algumas habilidades artísticas) ou digitalmente, através de softwares especializados.

Temos a opção de trabalhar com softwares de edição de imagem, como Photoshop e CorelDraw, ou diretamente em softwares de arquitetura, como AutoCAD, SketchUp e Revit, sendo este último, o mais utilizado para projetos arquitetônicos no mercado atual.

Qual o melhor software para uma planta humanizada? Confira 5 motivos para migrar para o Revit!

Mesmo com um aspecto artístico, o foco de uma planta humanizada é transmitir informações técnicas de forma simples e objetiva.

Sendo assim, para criar uma representação humanizada é muito importante prestar atenção aos seguintes detalhes:

  • Briefing - contém todas as informações coletadas para o desenvolvimento do projeto, por isso é um documento muito importante no processo de criação da planta humanizada;
  • Paleta de cores - o padrão principal de cores do projeto costuma ter um impacto imediato no cliente, para isso devemos seguir a paleta de cores que foi proposta para o projeto;
  • Mobiliário - peça chave da planta humanizada, sendo o item que efetivamente dá vida para os ambientes do projeto, sendo importante empregar blocos de alta qualidade;
  • Iluminação - mesmo se tratando de uma vista em planta, é importante que a luminosidade do espaço e as aberturas de luz natural fiquem bem destacadas;
  • Composição/Layout - toda a dinâmica do espaço é percebida pelo cliente através do layout que foi definido para os ambientes;
  • Materiais/Revestimentos - os padrões de acabamentos de pisos e superfícies, costumam ser os mais favorecidos na planta humanizada.

Boa parte dessas informações conseguimos obter do briefing e do projeto arquitetônico, porém onde conseguir texturas e blocos de mobiliário com alta qualidade?

TEXTURAS DE QUALIDADE

Texturas de qualidade

Os materiais e revestimentos do projeto devem ser representados de forma realista, permitindo entender como será a proposta final do projeto.

Porém, onde encontrar texturas de qualidade?

Em um projeto temos basicamente dois tipos de revestimentos: naturais e industrializados.

Revestimentos naturais, como madeiras ou pedras, podem ser encontrados em bancos de imagem ou em sites especializados em materiais e texturas para projetos 3D, como:

Revestimentos industrializados são padrões criados por diversos fabricantes, como Cerâmicas Portinari, Porcelanatos Portobello, Laminados Durafloor, etc. que em sua grande maioria disponibilizam imagens com uma boa qualidade para aplicação em projetos.

É muito importante que as texturas representem exatamente os materiais que foram especificados, sendo que essa informação é facilmente encontrada no Briefing ou memorial descritivo do projeto.

FAMÍLIAS DE QUALIDADE

Famílias de qualidade

É fundamental usar famílias de qualidade no seu projeto, para que o seu cliente tenha um bom entendimento da proposta.

Porém, como encontrar famílias editáveis, leves, e com boa qualidade?

É muito comum encontrar modelos que até são bonitos, porém deixam o arquivo pesado, lento e não oferecem nenhum tipo de ajuste ou personalização.

Famílias de qualidade são leves e possuem funcionalidades parametrizadas, isto é, as alterações são realizadas diretamente nas propriedades do modelo em campos específicos, sem a necessidade de ficar remodelando a família.

Felizmente existem empresas especializadas neste tipo de trabalho que oferecem acesso a uma biblioteca de alta qualidade, com diversos tipos de modelos e atualizadas regularmente.

Para poupar o trabalho de ficar horas pesquisando, na Blocks Rvt você encontra tudo isso a um preço super acessível.

Assine o Clube Blocks e garanta as melhores coleções de famílias Revit para personalizar ainda mais seus projetos!

Conclusão

A planta humanizada é muito importante dentro de um projeto, não apenas como um recurso de apresentação, mas como uma ferramenta de comunicação clara, objetiva e de simples entendimento para o seu cliente.

É fundamental para um profissional saber as diferenças entre uma planta baixa e uma planta humanizada, além de todos detalhes importantes para o desenvolvimento de sua própria planta humanizada.

Agora que você compreendeu os principais aspectos necessários para o desenvolvimento de uma planta humanizada de qualidade, que tal ter acesso a uma imensa biblioteca de famílias para Revit? E o melhor, toda semana uma nova coleção de famílias paramétricas é lançada e você tem acesso a tudo em tempo real!

Faça parte da família Blocks!

SOBRE O AUTOR

Luis André
Mestre em arquitetura, designer de produto e professor, compartilhando conteúdo profissional dos principais softwares de arquitetura a mais de 10 anos.
Voltar